Arquivo da categoria: World Music

World Music: Arisa – La notte (2012)

Resultado de imagem para arisa

Arisa, nome artístico de Rosalba Pippa (Génova, 20 de agosto de 1982), é uma cantora Italiana.Depois de vencer a competição em 2008 Sanremolab, ele alcançou o sucesso ao participar do 59º Festival de Sanremo em 2009 com a canção Sincerità, que venceu a categoria “Nuove Proposte”.

 

Deixe um comentário

Arquivado em Arisa, Diversas, Italiana, World Music

World Music:Sampo Lassila Narinkka: In Strange Lands – Vierailla mailla (2016)

http://cpanel2.int2000.net/~int26665/wp-content/uploads/2015/09/copy-cropped-Uusiaalomv.jpg

A música boa floresce em todos os lugares do mundo. Esta é a faixa de abertura do segundo álbum do trio finlandês  Sampo Lassila Narinkka.

Como dizem eles em seu site:

A longa jornada para uma nova vida é muitas vezes feita com uma mistura de sentimentos:.. Esperança e medo, saudade e novas expectativas, preconceitos e expectativas de tolerância;  uma fuga de algum lugar e um desejo de lançar novas raízes A única certeza é a viagem, onde quer que ele pode levar.

Line-up:
Sampo Lassila (double bass, compositions)
Harri Kuusijärvi (accordion)
Aleksi Santavuori (violin)

Escute sem medo !

 

Deixe um comentário

Arquivado em Diversas, Sampo Lassila Narinkka, World Music

World Music:Rokia Traoré – Ilé (2016)

https://i0.wp.com/www.africatopsuccess.com/wp-content/uploads/2014/02/Rokia-Traor%C3%A95.jpg

Rokia Traoré (nasceu em 26 de janeiro de 1974) é uma premiada cantora, compositora e guitarrista, nascida em Mali, como membro do grupo étnico bambara. Seu pai era um diplomata e ela viajou muito em sua juventude. Ela visitou países como Argélia, Arábia Saudita, França e Bélgica e foi exposta a uma grande variedade de influências. Sua cidade natal, Kolokani é na parte noroeste da região de Koulikoro do Mali.

Rokia toca violão, bem como canta, e  usa harmonias vocais em seus arranjos que são raras na música do Mali.

Deixe um comentário

Arquivado em Afrobeat, Afropop, Diversas, Rokia Traoré, World Music

World Music:Stefano Saletti & Banda Ikona -“Sbendout”(2016)

Stefano Saletti e Banda Ikona

Hoje aterrissamos na Itália. O multi-instrumentista, especialista em música Mediterrânea e diretor de conjuntos internacionais, Stefano Saletti é o fundador da Piccola Banda Ikona, composta de músicos famosos, como a vocalista Barbara Eramo, o violinista Carlo Cossu, o baixista Mario Rivera,  Gabriele Coen (sopros) e o baterista Giovanni Lo Cascio.

Muitas das composições originais do Piccola Banda IKONA são cantadas em Sabir, uma língua franca usada pelos marinheiros, piratas, pescadores, comerciantes e armadores em portos do Mediterrâneo, para se comunicar uns com os outros: a partir de Génova para Tânger, de Salônica para Istambul, a partir de Marselha a Argel, de Valencia para Palermo, até as primeiras décadas do século XX, esta forma de “Esperanto” se desenvolveu aos poucos usando termos do espanhol, italiano, francês e árabe.

Deixe um comentário

Arquivado em Diversas, Stefano Saletti & Banda Ikona, World Music

World Music:Félix Lajkó – A Madárnak (2013)

No nosso giro pelo  mundo, hoje é dia de música húngara, ao mesmo tempo muito pouco conhecida por nós e ao mesmo tempo familiar por causa da forte influência cigana.  Félix Lajkó (Sérvio: Феликс Лајко, Feliks Lajko; nascido em 17 de Dezembro de 1974, Bačka Topola, República Socialista da Sérvia, República Socialista Federativa da Iugoslávia) é um violinista e compositor húngaro. Ele executa uma vasta gama de estilos musicais: música tradicional da Planície da Panónia, música cigana, música folclórica, música clássica, rock, blues, jazz e músicas improvisadas. Nos seus concertos, toca majoritariamente o violino, mas suas apresentações também incluem cítara e outros instrumentos de corda regionais do Leste Europeu.(Wikipedia) . ESCUTE SEM PRECONCEITOS

1 comentário

Arquivado em Diversas, Lajkó Félix, World Music

World Music: Aziza Brahim – Calles de Dajla (2016)

Aziza Brahim nasceu em 1976 nos campos de refugiados sarauís, na região de Tindouf na Argélia, onde sua mãe se tinha estabelecido no final de 1975, fugindo da ocupação marroquina do Sahara Ocidental. Seu pai permaneceu em El Aaiun onde morreu mais tarde. Devido à ocidental Guerra Sahara, Aziza nunca o conheceu.

Crescendo nas condições severas dstes campos do deserto, Aziza descobriu que a música era ao mesmo tempo uma fonte de entretenimento e uma maneira natural de expressar e comunicar suas emoções e pensamentos pessoais de resistência.

Na idade de 11 anos, ela recebeu bolsas para estudar em Cuba, como muitos estudantes sarauís naquela época. Ela queria estudar música, mas foi rejeitada. Ela saiu da escola e voltou para os campos de refugiados em 1995, prosseguindo a sua carreira musical. Desde 2000 ela viveu na Espanha, primeiro em León e mais tarde em Barcelona. Ela é casada e tem uma filha.

Dai para frente sua carreira decolou e ele é conhecida em toda a Europa e África. Seu disco de mais sucesso foi Soutak, que liderou as paradas dw world music na Europa em 2014.

Álbuns de estúdio:

  • 2008 Mi Canto EP
  • 2011 OST Wilaya
  • 2012 Mabruk
  • 2014 Soutak
  • 2016 Abbar el Hamada

Deixe um comentário

Arquivado em Afropop, Aziza Brahim, Diversas, World Music

World Music: Orchestra di Piazza Vittorio: Vagabundo Soy (2007) e Tarareando (2010)

L’ Orchestra di Piazza Vittorio

Nesta semana fui surpreendido pelo som de uma das mais originais orquestras do mundo, a Orchestra di Piazza Vittorio:

A ideia de criar uma orquestra de vinte e alguns músicos de diferentes países e culturas surgiu de uma ambição maior: para evitar que um teatro do início do século XX, o Apollo Cinema, em Roma, se tornasse num salão de bingo e criar um laboratório internacional de cinema , música e escrita. Cada músico trouxe para a orquestra  seus instrumentos e seus conhecimentos pessoais de música popular, criando uma fusão de culturas e tradições, sons antigos e novos, instrumentos desconhecidos, memórias, melodias distantes ainda universais, e vozes de todo o mundo.

A orquestra foi concebido por Mario Tronco do grupo italiano Piccola Orchestra Avion Travel,  e representa uma experiência única, talvez, o primeira de seu tipo e, por essa razão, algo de que a Itália pode se orgulhar.

Estes músicos são a prova viva das diferentes formas em que música, culturas e religiões trabalham juntos e seu desempenho no palco proporciona a poderosa mensagem de fraternidade e de paz de uma forma que nenhuma declaração, reunião ou debate televisivo podia. Espetacular ! (Athens Epidaurus Festival 2015)


Houcine Ataa Tunisia vocais
Peppe D’Argenzio Italy baritone sax, bass clarinet
Evandro Cesar Dos Reis Brazil vocais, classical guitar, cavaquinho
Omar Lopez Valle Cuba trumpet, flugelhorn
Awalys Ernesto “El Kiri” Lopez Maturell Cuba drums, congas, background vocals
John Maida United States violin
Eszter Nagypal Hungary cello
Gaia Orsoni Italy viola
Carlos Paz Ecuador vocals, Andean flutes
Pino Pecorelli Italy double bass, electric bass
Raul “Cuervo” Scebba Argentina marimba, congas, percussions
El Hadji “Pap” Yeri Samb Senegal vocals, djembe, dumdum, sabar
“Kaw” Dialy Mady Sissoko Senegal vocals, kora
Giuseppe Smaldino Italy French horn
Ziad Trabelsi Tunisia vocals, oud
Mario Tronco Italy artistic director, Fender Rhodes

 

 

Deixe um comentário

Arquivado em Diversas, Orchestra di Piazza Vittorio, World Music