Arquivo da tag: Os melhores de 2012

Os Melhores de 2013: #45. Inquisition: Obscure Verses For The Multiverse

Inquisition é uma banda de  black e thrash-metal americana / colombiana. O grupo foi formado em Cali, na Colômbia em 1988, com o nome de Guillotine, tendo adotado o novo nome em 1989. Dagon é o compositor e líder da banda. Sua inspiração vem de muitos gêneros de música, embora hoje em dia o metal o inspire não muito”, sendo som melhor descriyo como tendo acentos black. Seu mais recente lançamento chamou a atenção em 2013. Como o Vitrola é de todas as tribos, fica o destaque para quem goste deste gênero. Me lembrou uma mistura de Sepultura, por causa do vocal demoníaco de Dagon, mas com um instrumental pesado mas bem melódico. Aliás, o Inquisition perdeu fãs por uma razão: a voz de Dagon. Mesmo para um cantor de metal extremo, sua entonação é muito abrasiva e incomoda. Ele manteve seu estilo vocal em versos obscuros, mas acrescentou um pouco de emoção ao seu habitual estilo redioso. A mistura da voz com o som pesado, mas ritmado e de balançado combinou bem. O som vai para baixo muito mais suave – e o que de início parece desagradável acaba agradando. Curioso.
Membros atuais

Dagon – Vocal, Guitarra (desde 1988)
Incubus – Bateria (desde 1996):

Deixe um comentário

Arquivado em Inquisition, Melhores de 2013

Os Melhores de 2013: # 96. Cícero – Sábado

Depois do disco de 2011 (Canções de Apartamento) ,em que mesclou referências dos Beatles, ao Radiohead de  Thom Yorkee a Chico Buarque,  ao Tropicalismo, Cícero Rosa Lins, natural do Rio de Janeiro, volta com seu novo álbum Sábado. O álbum é bastante introspectivo, até mais que Canções de Apartamento. O som é mais complexo, às vezes mais bossa nova, com instrumental mais sofisticado, e às vezes é até um pouco difícil de gostar, numa primeira audição. As melodias são minimalistas, o violão é suavemente dedilhado e as batidas secas.  Há músicas boas por todo o álbum , com destaque para  Ela e a Lata, Pra Animar, Bar e Por Botafogo e Porta Retrato. Gostei – mas tem que escutar mais de uma vez para saborear bem.

 

Deixe um comentário

Arquivado em Cícero, Melhores de 2013

Os Melhores de 2012: #1. Jack White: Blunderbluss

Álbum de estreia de White, escolhido como um dos melhores do ano pela maioria das publicações especializadas. Excelente estreia solo . Lançado em 23 de Abril de 2012 , através de sua própria gravadora, a Third Man, em parceria com XL Recordings.

Deixe um comentário

Arquivado em Jack White, Os Melhores de 2012

Os Melhores de 2012: #2. Swans: The Seer

A painting of a wolf's face with its teeth bared

The Seer é o décimo-segundo álbum de estúdio da banda americana  Swans, lançado em agosto de 2012. O álbum apresenta vocais da cantora dos  Yeah Yeah Yeahs,  Karen O, Alan Sparhawkn e Mimi Parker do Low, membros do Akron/Family, Ben Frost, Grasshopper, do Mercury Rev e do ex-Swans, Jarboe.

Deixe um comentário

Arquivado em Os Melhores de 2012, Swans

Os Melhores de 2012: #3. The Walkmen:Heaven

File:Thewalkmen heaven.jpg

Heaven é o sétimo álbum de estúdio da banda americana  The Walkmen, lançado em maio de  2012 na Fat Possum Records e Bella Union.

Deixe um comentário

Arquivado em Os Melhores de 2012, The Walkmen

Os Melhores de 2012: #4. Alice Caymmi: Alice Caymmi

https://i1.wp.com/fitabruta.com.br/wp-content/uploads/2012/12/alice.jpg

Alice Caymmi demonstra querer ser independente de sua família. Quando se aproxima (tem uma música sobre a relação com a mãe, tem uma regravação de “Sargaço Mar”, de seu avô), provoca, ao mesmo tempo, desaproximação. Tem até um axé sacana. É um álbum que morde e assopra sem que isso seja feito de forma muito premeditada. (Yuri de Castro)

Deixe um comentário

Arquivado em Alice Caymmi, Os Melhores de 2012

Os Melhores de 2012: #5. Howler: America Give Up

File:America Give Up.jpg

 

America Give Up é o álbum de estreia da banda americana Howler. O álbum foi lançado em janeiro de 2012 pela Rough Trade Records.

Deixe um comentário

Arquivado em Howler, Os Melhores de 2012